Procurando opções de Investimento? Veja o que os bancos oferecem

Opções de investimento existem muitos. Mas quais são as que mais rendem? Quais permitem baixos investimentos? Quais são mais adequados para você e por quê? Vejamos algumas dessas opções que os bancos oferecem para o investidor ganhar mais.

Fundos de Investimento

Praticamente todos os bancos oferecem pelo menos um fundo de investimento, sendo necessário conversar com o gerente para saber mais. Alguns oferecem altos rendimentos, outros prezam pela estabilidade e segurança. Existem muitas opções para escolher, por isso citaremos apenas duas que podem interessar ao leitor.

FII: Fundo de Investimento Imobiliário

Um fundo de investimento em imóveis garante mais praticidade do que investir diretamente no ativo. Em vez de precisar de um alto valor para a compra de uma casa ou apartamento, o investimento em um FII é mais fácil pois o valor é compartilhado com vários outros investidores, sendo necessário apenas comprar as cotas do fundo.

Fundo de Investimento em Ações

Apesar de investir em ações ser simples, obter algum lucro pode ser uma tarefa árdua para que não tem disciplina, tempo e o método mais apurado. Por isso investir em um fundo de ações pode ser uma boa opção. Com algum esforço para escolher um fundo com boa reputação, o trabalho fica com os especialistas do mercado.

CDB: Certificado de Depósito Bancário

Um tipo de investimento já conhecido por muitos, é também o mais oferecido pelos bancos para quem procura investir um valor menor. Os CDBs são investimentos bastante difundidos devido à maior segurança (baixo risco) e com rendimentos razoavelmente bons.

O CDB é bom para aqueles que querem segurança no seu investimento, tranquilidade e não está desesperado para ter rendimentos altos.

Poupança

Um “investimento” de baixo risco e alta liquidez o faz preferência nacional, além da isenção de impostos e de ser muito simples. Não é, porém, uma aplicação em que se espera ganhos altos, servindo apenas para proteção contra a inflação e segurança do dinheiro.

O mais indicado é que se use a poupança como colchão de segurança e uma forma de acúmulo de capital para outros investimentos.

Debêntures

Um dos investimentos não muito conhecidos no Brasil é a debênture. Na emissão de debêntures a companhia capta recursos financeiros sem recorrer ao, caro e demorado, lançamento de ações. Sendo assim, a pessoa que investiu na debênture se torna credor da empresa que, em troca, consegue mais capital.

É um título privado, similar ao CDB ou os títulos públicos, porém, dependendo da empresa, oferece mais risco. Geralmente, rendem mais do que as outras opções citadas.

Mercado de Ações, Futuros e Câmbio

Os principais bancos também têm uma corretora de valores onde os clientes podem fazer vários tipos de investimentos. Através da corretora, o cliente pode investir em ações, opções, LTFs, contratos futuros, dólar, entre outros.

A vantagem é poder operar sem precisar abrir uma conta em outra instituição. O processo de abertura de uma conta, em uma corretora de banco em que você já é cliente, é mais rápido e fácil.

Outros

Existem inúmeras opções de investimento que os bancos oferecem, sendo necessário falar diretamente com o gerente para conhecer melhor todas as possibilidades. Os fundos de investimento, por exemplo, além dos fundos imobiliários e de ações existem os multimercados, mistos, cambial, curto prazo, etc.

O investidor jovem pode se arriscar mais pois tem carreira ativa e bastante tempo para investir, por exemplo, na BM&F Bovespa (ações, opções, dólar, contratos futuros…), debêntures, etc.

Para quem tem mais idade e está perto de se aposentar, os especialistas indicam os investimentos de menor rentabilidade, todavia, mais seguros e estáveis. Por exemplo, CDB, fundos de renda fixa, títulos do tesouro, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *